Casa Thomas Jefferson recebe Selo Arquitetura de Brasília 2021

Casa Thomas Jefferson recebe Selo Arquitetura de Brasília 2021

A Casa Thomas Jefferson na 706/906 Sul recebeu, nesta quinta-feira (9), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal (CAU/DF), o Selo CAU/DF Arquitetura de Brasília 2021. Criada em 2020.

Um verdadeiro patrimônio de Brasília, a unidade da Casa Thomas Jefferson na 706/906 Sul recebeu, nesta quinta-feira (9), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal (CAU/DF), o Selo CAU/DF – Arquitetura de Brasília 2021. Criada em 2020, a certificação tem como objetivo reconhecer o valor histórico das edificações não monumentais de Brasília e de seus autores, bem como divulgar as boas práticas de conservação e manutenção predial que preservaram a linguagem arquitetônica do movimento moderno.

 “A arquitetura tem que contar uma história, dizer a que veio. Aqui, na Casa Thomas Jefferson, quando você entra, tem uma grata surpresa. Conta muito além do que vê no exterior. Parabéns por terem preservado, mantido as principais características originais”, elogiou a presidente do CAU/DF, Mônica Blanco.

 A Casa Thomas Jefferson da Asa Sul, inaugurada em 1974, foi uma das seis escolas agraciadas. Projetado pelo arquiteto norte-americano Ehrman Mitchel e pelo arquiteto brasileiro Ronaldo Giorgola, o prédio de fachada austera guarda um interior dinâmico, vibrante, repleto de ventilação e luz naturais. Carcterísticas que, ao longo de quase cinco décadas, foram preservadas e respeitadas pelas gestões que passaram pela Casa Thomas Jefferson.

 Por essa razão, a Diretora Executiva da Casa Thomas Jefferson, Lúcia Santos, recebeu do CAU/DF um troféu idealizado pelo arquiteto e urbanista Danilo Barbosa, coordenador do projeto de criação das placas de sinalização de Brasília, em 1976, e criador do Selo CAU/DF – Arquitetura de Brasília 2021. Ela também foi agraciada, assim como outros integrantes da diretoria da instituição, com certificados emitidos pelo Conselho.

 Lúcia ressaltou o sentimento de orgulho que a sede da Casa Thomas Jefferson na Asa Sul representa para toda a instituição. “Esse prédio é a matriz, é onde está a administração da escola inteira. Quando você entra, sente uma atmosfera diferente. Isso acontece com a gente, com os alunos, com os pais. Aqui dentro, eles ficam: ‘Nossa, é assim?’. Porque do lado de fora ele não tem muitos detalhes, então quando você entra e enxerga esse jardim no meio, vê que todas as salas dão pro jardim, você se sente muito bem. E é um jardim bem cuidado, assim como os demais espaços. Como o Anfiteatro, que é um espaço bonito, que te deixa feliz e agrega”, ressaltou ela.

 Na solenidade realizada nesta quinta-feira na Casa Thomas Jefferson, o Selo CAU/DF – Arquitetura de Brasília 2021 foi aplicado diretamente sobre a placa de identificação posicionada em frente a Casa Thomas Jefferson e também posicionado em placas nas portarias de entrada do prédio.

 Sobre o Selo CAU/DF – Arquitetura de Brasília 2021, Lúcia destacou que a honraria é fruto do trabalho de muitas pessoas que passaram pela Casa Thomas Jefferson nesses anos todos. “Receber este Selo é um orgulho para nós, que estamos aqui hoje, e para quem idealizou este prédio em 1973, quando foi lançada a pedra fundamental. Muitas pessoas levaram este prédio adiante e o conservaram. Eu estou aqui há muito tempo, mas na direção estou há menos de 10 anos. Então, tem que agradecer a todo esse pessoal que já passou pela direção. A Thomas é uma entidade sem fins lucrativos, não tem donos. O fato de não ter dono ajuda a preservar. Você fala: ‘Eu sou responsável por manter isso,’ o que ajuda muito.”

, 8/Dez/2021